Tamanho Fonte:

 
Untitled Document
 
   

SOBRE O GOLFE

 

ONDE JOGAR

 

_ História do Golfe no Mundo

_ Campos de Golfe no Brasil

_ História do Golfe no Brasil

_ Hotéis e Resorts

_ O Campo de Golfe

_ Condomínios Residenciais com Golfe

_ Notícias

_ Campos Mais Bonitos do Brasil

_ Regras Internacionais de Golfe

_ Campos Mais Bonitos do Mundo

_ Regras do Estatuto de Amador

_ Calendários de Eventos

_ Etiqueta

_ Associações e Clubes

_ Equipamentos

_ Glossário do Golfe

DIVERSOS

_ Ranking de Jogadores

_ Dicas Amadores

_ Lojas e Serviços Especializados

_ Dicas Profissionais

_ Carrinhos de Golfe

_ Minigolfe

_ Biografia de Tiger Woods

_ Impacto Econômico

_ Sistemas de Drenagem e Irrigação

_ Perfil do Jogador

_ Publicidade

_ Curiosidades

GOLFISTAS TAMBÉM GOSTAM DE                                                        

AS HISTÓRIAS DE TIGER WOODS

Eldrick Tont Woods nasceu no dia 30 de dezembro de 1975, em Cypress, Califórnia, como o único filho de um pai afro-americano que era oficial do Exército e de uma mãe tailandesa. Seu pai começou a chamar Woods pelo apelido de "Tiger", em honra a um soldado companheiro e amigo que tinha o mesmo apelido.

Se alguém pode dizer que nasceu para ser o centro das atenções do público em um torneio, esse alguém é Tiger Woods. Fortemente influenciado pelo seu pai, Earl, ele teve seu primeiro contato com um campo de golfe com apenas 18 meses de idade.

Aos dois anos de idade seu pai o inscreveu num torneio para crianças de no máximo 10 anos de idade, e adivinhem o que aconteceu: sim, ele venceu com folga. O estrondoso sucesso com apenas dois anos de idade lhe valeu uma aparição num conhecido programa de auditório norte-americano: o Mike Douglas Show.

Aos 14 anos, Woods começou a vencer os torneios de juvenis que apareciam pela frente. Correu o país inteiro ganhando de jogadores mais velhos que ele.

A Carreira de Amador


Tiger Woods continuou a produzir seus prodígios enquanto era um jogador da USGA - a liga amadora de golfe dos Estados Unidos. Até a sua entrada, nunca um jogador conseguiu vencer mais do que uma vez o campeonato amador juvenil. Tiger o fez pela primeira vez com 15 anos, o mais jovem campeão de todos os tempos, ganhando nos dois anos seguintes e só não ganhou mais por que a idade o faria trocar de campeonato.

Tiger Woods foi disputar o campeonato nacional amador da USGA e novamente foi o campeão mais jovem da história: desta vez levantaria o troféu com 18 anos. E, repetindo a história da liga juvenil, Tiger seria novamente o único jogador a ganhar três vezes esse torneio, entre os seus 18 e 20 anos. Mas não se iluda pensando que Woods teve vida fácil em campo, embora tenha ganho muitos torneios, houveram momentos marcantes em sua carreira. Por exemplo há a partida em que ganhou o terceiro Nacional Amador dos Estados Unidos, onde estava duas bolas abaixo do seu oponente com apenas duas bolas para jogar, ou seja, só conseguiria sobreviver se acertasse as duas bolas; ele assim o fez e ainda acertou uma terceira bola na decisão da morte súbita. golfe.tur.br

A Profissionalização


Na época em que Woods já não tinha mais o que ganhar na USGA, entrava na Universidade de Stanford e, todos queriam saber quando seria o momento da profissionalização. Isso aconteceu em 1996, após a conquista da terceira taça nacional amador.

O jogador saiu da liga amadora e foi à liga profissional como um verdadeiro foguete, subindo ao topo com o mesmo domínio e primazia com que dominou às ligas juvenis e amadora, rendendo elogios mesmo de seus adversários.

Woods ganhou fama após vencer o Masters de Augusta, nos EUA, em 1997 com uma pontuação recorde de 270 pontos com apenas 21 anos de idade. Tiger Woods foi o homem mais jovem a ganhar o título.

Nos próximos anos, trouxe ainda mais êxitos, incluindo quatro títulos do PGA series, três Abertos dos EUA e três vitórias no Masters norte-americano.

O predomínio máximo de Woods ocorreu em 1999, quando venceu nove torneios da PGA, a liga profissional de golfe americano.




Casamento


Em 2004, Woods ganhou apenas um campeonato oficial do PGA Tour. Apesar de haver alguns problemas profissionais no decorrer destes anos, sua vida pessoal parecia perfeita. Em outubro de 2004, casou-se com sua namorada de longa data, Elin Nordegren, uma modelo sueca. Voltando a dominar o esporte, ele venceu seis campeonatos em 2005 e foi eleito o Jogador do Ano da PGA Tour pela sétima vez em nove anos.

Sua esposa deu à luz o primeiro filho do casal, Sam Alexis Woods, no dia de 18 de junho de 2007. Ganhou o World Golf Championship e novamente o PGA Championship em agosto de 2007. Foi nomeado Jogador do Ano pelos outros participantes do PGA Tour e conquistou seu oitavo prêmio Arnold Palmer. golfe.tur.br

Woods venceu o Open dos EUA em 16 de junho de 2008, em um playoff de 19 buracos, superando dores esporádicas no joelho esquerdo a partir de uma artroscopia realizada em abril daquele ano. A vitória deu a Woods o seu terceiro título no Aberto dos EUA, chegando a 14 grandes títulos do circuito mundial de golfe.

Separação


Na véspera do Barclays, o primeiro dos quatro torneios que compõem os playoffs da FedEx Cup, Woods disse que as repetidas perguntas sobre sua vida pessoal, a distração de passar por um divórcio, e a tristeza que o acompanha, fizeram do jogar golfe, uma tarefa quase impossível. "Quanto ao meu jogo e minha prática, no momento estão em segundo plano", disse ele. "Nós estamos tentando situar os nossos filhos às nossas novas condições de vida e como será essa nova vida. Nisso é que nós temos de manter o foco agora."

Na entrevista à revista People, produto de quatro visitas à sua casa na Flórida e abrangendo 19 horas, Elin Nordegren disse que "nunca suspeitou" que Woods estava sendo infiel a ela. Ela descreveu a sensação de "choque e descrença absoluta" ao tomar conhecimento de sua infidelidade.

"Eu estive no inferno", disse ela. "É difícil pensar que você está bem nessa vida, e então de repente – se descobre que tudo era uma mentira! Você está lutando, porque não era real. Mas eu sobrevivi. Foi difícil, mas não me matou."

Nordegren se recusou a revelar às pessoas o montante do acordo de divórcio. O que ela fez foi ressaltar que ela nunca agrediu Woods e que ela fez de tudo para tirá-lo do carro, quando ele bateu em um hidrante e uma árvore em frente à sua casa.

Perguntado sobre a reação dele aos seus comentários, Woods expressa arrependimento, embora não respondeu à pergunta sobre se ainda amava Nordegren. "Desejo-lhe o melhor em tudo", disse. "É um momento triste de nossas vidas." golfe.tur.br

Tiger Woods: O Jogador de Golfe Mais Rico do Mundo


Quando se fala em golfe, o nome logo é associado com o jogador Tiger Woods. Ele não é apenas o maior nome do esporte, como também o mais bem pago desta modalidade.

O jogador mais famoso do mundo é um marco para o esporte. Eldrick Tont Woods, o Tiger, é um dos competidores que mais levou titulo para casa em campeonatos. Ele leva ainda o mérito de possuir 13 títulos antes de completar 30 anos, feito que teve apenas dois antecessores, os golfistas Jack Nicklaus e Walter Hagen.

A revista Forbes, que anualmente classifica as pessoas mais ricas do mundo em sua lista das 100 Celebridades, sugere que o golfista vai passar pela marca de US$ 1 bilhão em 2011. A revista relata que Woods ganhou 115 milhões dólares só em 2007, quase o dobro do salário do atleta, segundo colocado na lista: o modelo e jogador de futebol David Beckham, que arrecadou 65 milhões dólares. A revista tem o cuidado de salientar que a sua classificação exclui os ridiculamente ricos que desfrutam do esporte, como jogadores de pólo e oligarcas corredores de iate. "Há uma abundância de bilionários que se destacaram nos esportes como o homem mais rico da Suíça, e o velejador campeão, Ernesto Bertarelli. Mas não existem bilionários que acumularam sua fortuna através da prática de esportes."

A revista prossegue dizendo que, apesar de magnatas como Bill Gates acumulou sua riqueza, mantendo uma participação em uma empresa com elevados lucros, Woods é um bilionário único porque a sua enorme fortuna foi obtida através do esporte.

A fortuna de Tiger vem em sua maior parte de patrocínios, que custeiam seus treinos desde jovem e o leva as principais competições do mundo, compram seus equipamentos pelo bel prazer de ver o esportista vestindo a marca em competições e pelas ruas.

Para se ter uma idéia de quanto o esporte é bem pago, Michael Schumacher, heptcampeão mundial de Fórmula 1, levou míseros US$ 62 milhões em 2008, não chegando nem perto do golfista e já na aposentadoria. Ou seja, a vida útil de Tiger ainda continua e muitos bilhões podem vir. golfe.tur.br Os campeonatos não são tão lucrativos para o esporte, mas rendem uma boa nota. Em média 100 mil dólares em grandes torneios. Logo, são os patrocínios que sustentam os grandes golfistas do mundo e os fazem ter todo o glamour. Apenas da Gillette o golfista levava quase um milhão por ano, e este é apenas um dos seus mais de oito patrocinadores.

O Marketing Esportivo


Tiger Woods é um sonho de marketing esportivo, ganhando mais de US$ 750 milhões em contratos publicitários. Aos 32 anos, ele ganhou 50 torneios, mais rápido do que qualquer jogador na história do golefe, e está se aproximando do recorde de Jack Nicklaus de 18 vitórias nos torneios de maior destaque. Mas não é só o talento de Woods, que o torna tão atraente para os patrocinadores. É um modelo para os jovens a partir de uma variedade de origens.

Nove décimos do total de receitas de Tiger Woods são provenientes de endosso de contratos lucrativos e patrocínios com empresas como a Nike, Buick e Gillette, que teriam pago US$ 90 milhões em 2010.

Essas empresas têm um grande cuidado para maximizar as suas oportunidades com Woods, e cada dia de trabalho além dos torneios de golfe é rigorosamente programado. Em uma breve visita à Grã-Bretanha, por exemplo, Woods será esperado para dar conferências de imprensa para a mídia escrita e televisiva, fazer uma aparição pública cuidadosamente coreografada, entregar um discurso de inspiração para o pessoal de um ou mais dos seus patrocinadores no Reino Unido e jantar com os altos executivos de uma empresa patrocinadora antes de voar de volta para os Estados Unidos.

Mas será que ele vale a pena? Examine seu contrato com a Nike para provar. Woods se tornou sinônimo da marca em que seu sorriso se transformou no swoosh da Nike. A Nike Golf registrou mais de US$ 600 milhões em vendas em 2009. Contudo, antes do gigante americano assinar um contrato com Woods em 1996, ele não tinha sequer sapatos e roupas para golfe.

O acordo mais recente envolve a marca americana de bebidas Gatorade, que estão a lançar uma nova linha de bebidas esportivas chamada Tiger.

A única ameaça susceptível de posição de Woods no topo da liga ganhos esportivo é Lewis Hamilton, que recentemente assinou um contrato de cinco anos com a equipe McLaren de Fórmula Um, supostamente no valor de US$ 140 milhões. Ele pode esperar ganhar pelo menos o mesmo em campanhas publicitárias durante o mesmo período.

Alguns Problemas


Quando estava ainda na Universidade de Stanford, Tiger Woods teve que fazer sua primeira cirurgia no joelho ainda quando era um jogador amador em 1994, onde retirou dois tumores e um tecido que se formou em demasia pela cicatrização.

Em 2002 repete a cirurgia no joelho esquerdo, desta vez para retirada de um cisto e de líquido que se formara em um dos ligamentos. Fez essa parada no começo da temporada e voltou 3 meses depois para jogar o Buick Invitional.

Em 2007, rompe um dos ligamentos do joelho esquerdo quando dá um pique durante uma partida do PGA Tour.

Em 2008, Tiger Woods tem seu ano mais complicado: em abril, após vencer o Masters tem de fazer uma artroscopia para reparar as cartilagens de seu joelho esquerdo. Em Junho, uma semana antes do US Open, é forçado a andar de muletas e a ficar 3 meses de fora do circuito mundial por conta de uma lesão por estresse na tíbia. Em julho, é obrigado a abrir novamente o joelho esquerdo, desta vez para reconstruir um ligamento, e dessa vez fica oito meses fora do circuito. Em dezembro, quando começam os treinamentos para voltar em 2009, rompe o tendão de Aquiles do pé direito. O problema no joelho de Tiger Woods ocorre no ligamento que os médico chamam de LCM, que é responsável pela estabilidade dos movimentos intermediários da articulação do joelho. O ligamento está sujeito a este tipo de lesão principalmente devido a sua extensão, pois ele fica ligado da parte superior da tíbia correndo uma extensão que vai até a parte inferior do fêmur.

Segundo os médicos a lesão de Woods tem por característica uma dor branda nas estruturas internas do joelho, sem qualquer tipo de inchaço, sendo agravada somente quando o joelho é submetido à pressões localizadas, exatamente quando se está jogando. O caso de Woods está classificado como de gravidade 1, numa escala de 1 a 3. golfe.tur.br

Uma Perda Lamentável


Tiger Woods sofreu uma grande perda pessoal em 2006. Seu pai morreu em maio, após lutar duramente contra um câncer de próstata. Woods comentou em seu site na época, "Meu pai era meu melhor amigo e grande referência, eu vou sentir falta dele profundamente." Apesar de seu sofrimento, Woods retornou para o golf e ganhou vários campeonatos importantes, como o PGA Championship e o British Open.