Tamanho Fonte:

 
Untitled Document
 
   

SOBRE O GOLFE

 

ONDE JOGAR

 

_ História do Golfe no Mundo

_ Campos de Golfe no Brasil

_ História do Golfe no Brasil

_ Hotéis e Resorts

_ O Campo de Golfe

_ Condomínios Residenciais com Golfe

_ Notícias

_ Campos Mais Bonitos do Brasil

_ Regras Internacionais de Golfe

_ Campos Mais Bonitos do Mundo

_ Regras do Estatuto de Amador

_ Calendários de Eventos

_ Etiqueta

_ Associações e Clubes

_ Equipamentos

_ Glossário do Golfe

DIVERSOS

_ Ranking de Jogadores

_ Dicas Amadores

_ Lojas e Serviços Especializados

_ Dicas Profissionais

_ Carrinhos de Golfe

_ Minigolfe

_ Biografia de Tiger Woods

_ Impacto Econômico

_ Sistemas de Drenagem e Irrigação

_ Perfil do Jogador

_ Publicidade

_ Curiosidades

GOLFISTAS TAMBÉM GOSTAM DE                                                        

HISTÓRIA DO GOLFE NO BRASIL

A chegada do golfe ao Brasil ocorreu de forma curiosa. No final do século XIX, engenheiros ingleses e escoceses que construíam a Estrada de Ferro Santos - Jundiaí, a São Paulo Railway, convenceram monges beneditinos a ceder parte do terreno do Mosteiro de São Bento para a construção do primeiro campo de golfe do país, na região atualmente situada entre a Estação da Luz e o rio Tietê.

A expansão da cidade em direção ao rio obrigou a transferência do campo, em 1901, para um local próximo à confluência das avenidas Paulista e Brigadeiro Luiz Antônio, local este, até hoje, denominado "Morro dos Ingleses", devido aos tais "ingleses" que jogavam seu golfe ali. Fundou-se então o "São Paulo Country Club", que teve o primeiro campeonato interno vencido por J. M. Stuart, em 1903. Depois de nova transferência para o Jabaquara, o campo foi estabelecido definitivamente em 1915 num terreno cedido pela Light, na região de Santo Amaro, com o nome de São Paulo Golf Club. No mesmo ano surgiram mais dois campos, o Santana do Livramento Golf Club, no Rio Grande do Sul, e outro na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo, num terreno que foi entregue a Henrique Lisboa Wright para saldar uma dívida, posteriormente transformado num campo de nove buracos. Wright é avô de Jesse Rinehart Jr., que anos mais tarde seria um dos fundadores e primeiro presidente da Confederação Brasileira de Golfe.

No Rio de Janeiro, na década de vinte, nasce o Gávea Golf & Country Club, encravado entre o mar e as montanhas, um dos campos mais bonitos do mundo. Na década de 30, o Itanhangá, cujo percurso atual em nada lembra o trajeto plano e fácil construído por aduladores para facilitar o jogo do presidente Getúlio Vargas, que não tinha bom desempenho no difícil campo do Gávea. Na mesma época foram construídos o Porto Alegre Country Club, no Rio Grande do Sul, e o Graciosa Country Club, no Paraná. Em 1939, surgia um garoto de Santana do Livramento, com conquistas que marcariam para sempre a história do esporte no Brasil - Mário Gonzalez. golfe.tur.br



A Organização do Esporte

Em 1957, representantes do Royal & Ancient Golf Club of Saint Andrews - considerado o berço do golfe - e da United States Golf Association, reuniram-se em Washington para organizar o primeiro campeonato mundial por equipes. O Brasil foi convidado a participar através de Seymour G. Marvin, na época único brasileiro sócio de Saint Andrews.

Para garantir a participação do país, Seymour criou no Rio de Janeiro, no mesmo ano, com auxílio dos drs. Oswaldo Aranha Filho e Carlos Borges, a ABG - Associação Brasileira de Golfe. Borges assumiu a presidência e Seymour foi o primeiro vice-presidente.

O Brasil marcou presença no World Amateur Team Championship em Saint Andrews, na Escócia, com equipe formada por Humberto de Almeida, Raul Borges, Sylvio Pinto Freire Jr. e João Barbosa Correa, capitaneada por Seymour, que venceu a competição paralela para delegados e capitães, a Duffers and Delegate Cup. Até os dias atuais, o Brasil é o único país, além dos Estados Unidos, que participou de todos os campeonatos mundiais.

Em 1960 a ABG foi transferida para São Paulo, por ser o Estado com o maior número de campos. Nessa época, a ABG foi presidida por Júlio da Cruz Lima e cuidava da organização das equipes que representavam o país, além de conseguir importar tacos e bolas de golfe com isenção alfandegária, conforme a legislação vigente, para distribuição aos clubes filiados.

Após Júlio da Cruz Lima, a entidade foi presidida por Seymour Marvin, seguido por Jesse Rinehart Jr., que teve papel importante na alteração da ABG, em 1969, para a atual CBG - Confederação Brasileira de Golfe, com a criação da terceira Federação Estadual, no Rio de Janeiro, após a fusão dos Estados do Rio de Janeiro e Guanabara. A CBG passou a agregar as federações Paulista, Sul-riograndense e do Rio de Janeiro.

Jesse permaneceu na presidência até 1979, sucedido por Luiz Nardy, Hélio Andrade, Luiz Arthur Caselli Guimarães, Waldir Ribeiro de Lima, D. Eudes de Orleans e Bragança, Luiz Arthur Caselli Guimarães Filho, Pedro Cominese e Álvaro Almeida, atual presidente. O golfe brasileiro continuou a crescer, com a criação da Federação Pernambucana de Golfe, já em processo de filiação à Confederação Brasileira de Golfe.

O Brasil tem hoje cerca de 25 mil golfistas e passa por um período de expansão do esporte, graças ao desenvolvimento de novos projetos e ações de marketing que visam propagar o golfe em todo o país.

Não há evidência clara de que o golfe foi jogado em algum lugar antes da Escócia. Muitas paisagens pintadas por artistas holandeses e flamengos mostravam homens andando ou esquiando no gelo, onde cada um tinha um taco grande e curvado na cabeça, com uma grande bola perto dele.

Estas paisagens foram produzidas no século 17, aproximadamente 150 anos após o Parlamento Escocês, em 1457, ter achado necessário proibir o jogo. Motivo: ao ficar horas e horas dando tacadas nos campos, os guerreiros escoceses se descuidavam do treinamento com o arco e a flecha, interferindo seriamente na defesa nacional, na guerra travada com a Inglaterra. A ordem partiu do rei Jaime II.

Apesar disto, os holandeses também reivindicam a paternidade do golfe. Pelo lado da Escócia, não existem registros definidos de quando o golfe foi jogado pela primeira vez, mas sabemos que se tornou um jogo popular quando a Universidade de St. Andrews foi fundada em 1411. É praticamente impossível decidir essa questão, mas a Escócia ao menos dispõe do crédito de ter sido o primeiro País a proibir a prática do esporte. golfe.tur.br

Outras origens são conhecidas, desde o jogo romano chamado paganica, praticado nos séculos XVII e XVIII, em que se utilizava uma bola de couro e uma vara curva. Há ainda os que acreditam que o golfe saiu do jeu de mail, antigo jogo francês que se assemelha ao golfe, mas é praticado em espaços fechados. As regras do golfe, tal como são conhecidas hoje, foram definidas no século XVIII, no ano de 1744, na cidade de Edimburgo, na Escócia.

A palavra golfe provém do inglês golf que, por sua vez, vem do alemão kolb, que significa taco. As primeiras regras do golfe de que se tem notícia foram elaboradas pela Honourable Company of Edinburgh Golfers, entidade criada no século XVII. Em 17 de março de 1744, o Conselho da cidade de Edimburgo doou um taco de prata para ser disputado anualmente no Links of Leith. Um cirurgião, John Ratray foi o campeão do primeiro torneio oficial de que se tem registro e recebeu a nomeação "Captain of Golf", cabendo-lhe resolver as questões relativas às regras do esporte, até então variáveis conforme a região.

Para esse torneio, aberto a golfistas da Inglaterra e Irlanda, foi elaborado um pequeno regulamento do jogo. Só dez anos mais tarde, em 1754, um grupo de golfistas em Saint Andrews daria a redação definitiva às regras de Edimburgo, publicando uma relação de 13 ítens que formam a base das 37 hoje existentes.

A modalidade "match play'' foi a primeira e única forma de disputa do golfe até 1759. Nesse ano, os membros da Society of Saint Andrews Golfers organizaram o primeiro torneio na modalidade "stroke-play'', que não agradou aos jogadores, adotando-se, então, a modalidade "match-play'' até que, em 1764, o campo de Saint Andrews foi modificado para 18 buracos, medida que acabou sendo padronizada em todo o mundo e favoreceu a realização de novos torneios de "stroke-play''. Mas esta última modalidade somente viria a se firmar a partir de 1848, quando a antiga bola de couro e penas foi substituída pelas moldadas em guta-percha, sumo extraído de uma árvore malaia, que se solidifica ao secar. Este tipo de bola deu novo impulso ao golfe moderno, permitindo inclusive o surgimento dos primeiros profissionais do esporte.

As bolas passaram por nova evolução em 1899, com a invenção da bola com núcleo de borracha. Em 1902, finalmente, chegou-se à bola de três componentes, que permanece até hoje com poucas modificações: um núcleo de borracha sólida envolto por tiras de elástico sob tensão e coberto por fina camada de guta-percha pintada de branco.

Com a nova bola, a precisão e a eficiência das tacadas aumentaram muito, obrigando à ampliação dos campos de golfe existentes. Assim, os campos que tinham cerca de quatro quilômetros de percurso, foram ampliados para seis quilômetros.

Em 1922, a United States Golf Association padronizou pela primeira vez as medidas da bola de golfe: não deve ter menos de 1,68 polegada de diâmetro (4,26 cm), não deve pesar mais de 1.62 onça (43,23 g) e não pode ultrapassar os 250 pés por segundo (76,2 m) nos testes de velocidade inicial.

O Campeonato Aberto de Golfe foi instituído pelo ''Prestwick Golf Club'' em 1860 e lá foi jogado até 1870. O clube presenteou com o Troféu Challenge o Campeão ''Belt'', que sendo o vencedor, ficaria por um ano com a posse da taça. Tornaria-se proprietário absoluto, qualquer jogador que vencesse por três anos consecutivos.

A proeza foi realizada por Tom Morris em junho de 1870. Não houve campeonato em 1871, mas em 1872, um novo troféu com o modelo da atual taça foi instituído pelo ''Prestwick Club'', o ''Royal and Ancient Club'' e a ''Honourable Company'', e o campeonato foi jogado em sucessivos anos nesses campos até 1893. Até 1892 o evento era decidido em um dia, e somente 36 buracos eram jogados, mas nesse ano o campeonato foi extendido para 72 buracos e dois dias, sendo jogados 36 buracos por dia. Em 1893 os campos do ''Royal Liverpool'' e o ''Royal St. George's" foram adicionados para a rota, e o circuito ficou assim fixado: Prestwick, Sandwich, St. Andrews, Muirfield e Hoyake. Em 1908 o ''Deal'' foi o anfitrião e em 1923, o ''Troon''; em 1926 o ''Lytham & St. Annes'', e em 1931 o Campeonato foi decidido em ''Carnoustie'', cada um desses pela primeira vez. Prestwick foi utilizado pela última vez em 1925, e a forma de rotatividade não foi mudada. Até dezembro de 1919, o campeonato foi gerenciado pelos seis clubes que emprestavam os campos para os torneios, mas nessa época o Royal and Ancient foi convidado por outros clubes, que tinham até aquela data restrição aos eventos, para assumir o governo do campeonato. As circustâncias da reunião entre os clubes são recordadas como: ''A História do Campeonato Aberto''. Ao longo dos anos o número de inscritos foi crescendo e as circunstâncias alteradas, sendo que muitas formas de jogo foram introduzidas.

Antes de 1893 os prêmios em dinheiro variavam em número e quantidade e eram pequenos valores. Nesse ano, foi decidido que cada competidor pagasse 10s a inscrição, e que parte desse dinheiro iria para um fundo no qual cada sócio deveria contribuir com £15, anualmente. O total do prêmio foi fixado em £100 anualmente. O vencedor recebia £30 e uma medalha de ouro no valor de £10. Em 1910 o prêmio em dinheiro subiu para £125, o campeão recebia £50 e a medalha de ouro. Várias mudanças foram feitas e hoje o prêmio chega a mais de £100.000.

O Campeonato Amador de Golfe foi instituído em 1886, por iniciativa do ''Royal Liverpool Golf Club''. Em 1885 o clube realizou um informal ''Open Amateur Championship Tournament'', disputado pela maioria dos principais jogadores amadores e vencido pelo Sr. A. F. Macfie; o sucesso do evento induziu o Royal Liverpool Club, no mesmo ano, a sugerir ao Royal and Ancient Golf Club instituir um evento anual denominado ''Amateur Golf Championship'' ou Campeonato Amador de Golfe. A proposta foi recebida favoravelmente e maior número de clubes de golfe eram convidados para enviarem suas delegações para cooperar na organização dos detalhes e para levar o campeonato para ''fora''. Em 1922 o Royal and Ancient resolveu reconhecer o Campeão de 1885 e incluí-lo na lista dos vencedores do campeonato. O Campeonato Amador foi jogado pela primeira vez em St. Andrews em 1886, no Hoylake em 1887 e em Prestwick em 1888. golfe.tur.br

Os campeonatos seguintes foram jogados nestes três clubes até 1891, quando ''Sandwich'' foi admitido na rota e o campeonato foi jogado nesse clube em 1892. No ano seguinte ''Muirfield'' foi incluído e o campeonato foi jogado ali pela primeira vez em 1897. Nos seguintes campos o campeonato foi jogado em: 1912-Westward Ho; 1923-Deal; 1935-Royal Lythan e St. Annes e em 1938-Troon. Os clubes originalmente associados no controle do campeonato eram em número de 24. Em 1891 o Royal St. George's e em 1914 o Royal Dublin, foram convidados para tomar parte no controle do campeonato. Os clubes continuaram a gerenciá-lo até dezembro de 1919, quando em uma reunião em Edinburgh foi decidido que o melhor para o golfe seria se o campeonato fosse dirigido por uma autoridade suprema. Foi quando o Royal and Ancient passou a ter o controle do Campeonato Amador e a custódia da Taça, até a presente data.

Brasil e Estados Unidos são os dois únicos países que homens participaram de todos os Campeonatos Mundiais, desde a sua instituição, em 1958. O primeiro campeonato foi jogado em St. Andrews e os torneios são realizados desta forma, até a presente data, a cada dois anos.

Cada País entra com uma equipe de quatro jogadores que jogam 72 buracos, e o total dos três melhores scores individuais são contados todos os dias (o pior score de cada dia é descartado). A equipe vencedora é a que termina os 72 buracos com o menor número de tacadas. Em 1964, as mulheres começaram a participar